Única sardinha que sobreviveu às festas populares já tem um localizador e está a ser vigiada 24 horas

[the_ad id=”10494″] Há pouco nadava feliz, embora sozinha, a 20 milhas do cabo de Sagres. É a única sardinha que sobreviveu às festas populares e já está a ser vigiada pelo Instituto de Conservação da Natureza.

Recorde-se que os portugueses são um povo tão divertido que rebentam com espécies inteiras só à conta das suas festas populares. “A nossa preocupação agora é com a espécie que os portugueses escolherão para substituir a sardinha, porque essa espécie, seja ela qual for, já está ameaçada”, adianta uma fonte do Organização Mundial dos Bichos.

Certo é que todos os peixes que cabem num pão desapareceram dos mares. “Claramente esconderam-se”, conclui a mesma fonte.