Hora mudou este domingo, menos para os carros, que só vão ser acertados quando a hora estiver quase a mudar outra vez

A hora mudou mas o relógio do carro já sabe que vai ter de esperar, em média, até a hora estar quase a mudar outra vez.

“Então, eles acertaram-me para o horário de Verão em Setembro, veja bem, eu até lhes disse que se calhar agora não valia a pena e eles tiveram a lata de me dizer ‘também não custa assim tanto’”, confirma o relógio de um Opel, que diz que numa ocasião esteve um ano inteiro na hora de inverno. 

No entanto, apesar de demonstrar alguma preguiça, muitos especialistas garantem que não acertar a hora no relógio do carro pode prevenir a doença de Alzheimer.

“A vantagem é que a pessoa é obrigada a fazer varias equações ao dia, ‘olha, são duas, não, não são duas, é uma’, num exercício que ainda trará mais resultados se a pessoa também fizer contas com a hora dos Açores, tendo em conta o relógio do seu carro”, explicar o Dr. Pedro Simplício.

Quanto aos carros autónomos, a tecnologia já permite que se acertem sozinhos, tal como os smartphones, mas muitos também vão deixando andar, porque os carros autónomos já adquiriram muitos vícios do automobilista convencional.