InícioPaísAutomobilista apanhado a 252 km/h na A1 por barco da GNR

Automobilista apanhado a 252 km/h na A1 por barco da GNR

| @zepiter |

Um automobilista foi apanhado este sábado de manhã, na A1, a 252 km/h. Até aqui tudo bem, tirando a velocidade a que seguia o indivíduo, a questão é que a GNR abordou o condutor com o Bojador, a potente lancha que há dias encalhou em Carcavelos.

“Não queria acreditar quando ouvi a buzina do barco”, explica Simplício, “eu ia atento aos carros da GNR e aos radares, porque vou sempre assim, sofro de ansiedade, mas não contava com um barco”.

Certo é que os marinheiros da Guarda puseram o Bojador a 136 nós e interceptaram o condutor. “Os seus documentos e os da viatura, se fizer o favor”, pediu um dos guardas, depois de amarrar o Bojador ao pilar de um viaduto.

Recorde-se que a GNR foi presenteada recentemente por um navio de patrulha oceânica, mas fonte da Guarda explica que a escassez de meios para a actividade normal daquela polícia obrigaram a canalizar a embarcação para a Brigada de Trânsito.

Por outro lado, depois de tantas críticas à presença no mar, a GNR não quer acreditar que agora vão criticá-la por patrulhar as estradas com a potente lancha.

“Se estamos no mar, é porque estamos no mar, agora que viemos para a A1, já é porque estamos na A1, com franqueza”, comenta ao IF um brigadeiro.

A verdade é que o incidente há dias junto à praia de Carcavelos, em que o Bojador encalhou, já se verificou, como o Imprensa Falsa noticiou na altura, devido a uma tentativa de a GNR deslocar-se a uma ocorrência em terra. Este sábado, conseguiram entrar por terra e estiveram a manhã toda a parar condutores na A1.

Entretanto, o automobilista interceptado a 252 km/h não se tratava de nenhum membro do Governo. Esse passou todos a 1.5 Mach. O Bojador até abanou.

Apoie o "jornalismo"

Se a imprensa é fundamental para garantir a liberdade, a Imprensa Falsa é fundamental para garantir a liberdade com alguma animação.