Zuckerberg desiste de tentar consertar redes e está a negociar com o governo português, que compra sistemas de comunicação marados

É oficial. Mark Zuckerberg desistiu de tentar consertar o Facebook, Instagram e Whatsapp, depois de horas à volta do computador. O fundador do Facebook começou há poucos minutos a negociar com o governo português, que compra sistemas de comunicação marados. 

Esta informação acaba de ser confirmada pelo governo português, que diz estar a ouvir o senhor Marco. “Não colocamos de lado nenhuma hipótese e não podemos esconder que nos entusiasmou o facto de os sistemas de comunicação deste senhor não comunicarem, pois nós gostamos de consertar rádios antigos”, esclarece o secretário de Estado da Tecnologia. 

A proposta inicial, segundo o Imprensa Falsa conseguiu apurar, é de 14 milhões por cada sistema, mas Portugal já terá dito que está alto. “E nós até lhe mostrávamos um gráfico, mas com certeza que não lhe vai chegar”, respondeu o governo português, que acaba assim por pressionar Zuckerberg.