Zeinal Bava ouvido durante 8 horas mas 7 horas e 55 minutos foram mnemónicas para tentar responder à única pergunta que o juiz conseguiu fazer

Zeinal Bava foi esta quarta-feira ouvido em Tribunal pelo juiz Ivo Rosa. A audição durou 8 horas, mas o Imprensa Falsa sabe que 7 horas 55 minutos foram mnemónicas para se lembrar da única pergunta que o juiz conseguiu fazer.

“Muito bem, vamos começar, para que fique registado, diga o seu nome”, começou por pedir o magistrado.

“O meu nome… oh diabo, essa é complicada, porque é um nome complexo, mas vamos lá, porque eu hoje quero esclarecer tudo… permite-me que use os dedos para fazer umas contas?”, solicitou Bava, tendo recebido autorização.

“Ora bem, se sete macacos e tu és um, não espera… o meu nome é banal, rima com… ai, caramba, posso levantar-me e dar uma volta? É outro truque quando estamos bloqueados”, continuava Zeinal.

Ao cabo de 7 horas e 55 minutos nisto, o juiz Ivo Rosa perdeu a paciência e ordenou: “Zeinal, baza”.