Dar só um beijinho vulgarizou-se: Pessoas mais chiques cumprimentam-se agora com uma lambada

[the_ad id=”10494″] «Olá, tá boa? [ztrass]», foi desta forma que duas senhoras de bem se cumprimentaram esta manhã, sendo que o [ztrass] é a lambada que está agora na moda dar, em vez do já popular beijinho.

«Estou óptima, e a menina? [ztrass]», respondeu a outra, abrindo o lábio da primeira. «Não se diz lábio, que é medonho, diz-se beiças», corrigiu então uma das senhoras. Seja como for, quando o tabefe abre uma beiça é sinal de grande afecto.

«Então, vá, [ztrass]», despediram-se então. «Vá, [ztrass], que eu também tenho de ir.]

Para Simplício Mello de Santander Totta e Santa Casa Montepio, especialista em boas maneiras, a evolução do beijinho para a lambada foi natural: «As pessoas de bem não gostam de muita pieguice, por isso reduziram os beijos de dois para um. Mas como já há imensas pessoas a dar só um beijinho, as pessoas de bem passaram ao tabefe, que uma vez vulgarizado, levará as pessoas de bem a cumprimentarem-se com perfurações de arma branca.»

[the_ad id=”13302″]