Quinta-feira, Maio 23, 2024
InícioEconomiaStock da Cunha vai pôr um copo e uma varoma no Novo...

Stock da Cunha vai pôr um copo e uma varoma no Novo Banco e vendê-lo como se fosse uma Bimby

stockdacunhabimby«Ai não se vende? Então esperem lá que eu já vos digo», terá afirmado Stock da Cunha, esta sexta-feira, depois de uma reunião muito dura. «Aqui têm!», terá então afirmado, de regresso à sala de reuniões, com uma copo de uma Bimby e uma varoma. «Mas Stock, nós com tantos problemas e tu vais-te pôr a fazer o almoço?», terá afirmado Imobilizado Simplício, colega de Stock da Cunha na administração do Novo Banco.

«Nada disso, vamos vender o Novo Banco com copo e varoma, ou seja, é a Nova Bimby, isto vende-se numa tarde», lá terá explicado Stock da Cunha. «Genial, Stock», afirmou Imobilizado Simplício.

Momentos depois, já estavam a atacar o mercado. «Boa tarde, minha senhora, eu estou a falar-lhe do Novo Banco, não sei se é oportuno falarmos agora, são só 2 minutinhos… muito obrigado, portanto eu estou a falar-lhe do Novo Banco e gostaria de agendar consigo uma visitinha a sua casa para lhe fazermos uma pequena demonstração do nosso banco», terá afirmado Stock da Cunha.

«Obrigadíssima, mas eu não preciso de um banco para nada», respondeu a cliente. «Naturalmente, nem eu a maçaria se fosse só um banco, mas este banco também faz sopas, sumos, molhos, doces, bolos, pastelaria, panificação, arroz de pato, paella, bacalhau nas suas 1001 formas, garoupa cozida, bife à café, leitão assado na varoma, lavagante cozido, posta de cherne grelhada, filetes de peixe galo, enfim, qual é o seu prato favorito?», terá perguntado Stock.

«Sushi», respondeu a cliente. «Porra, outro», terá solicitado Stock. «Raclettes?», respondeu a medo a cliente. «Será que a senhora não pode dizer que gosta de uma coisa normal, tipo estrognofe?», ter-se-á interrogado, já muito irritado, o novo administrador do Novo Banco. «Sim, gosto muito de estrogonofe», lá confirmou a senhora.

«Pronto, o Novo Banco também faz estrogonofe! Podemos agendar a demonstração?», perguntou então. «Segunda-feira, às 10», agendou a senhora. «Até lá!», terá concluído Stock. «Irra, sushi e raclettes, apanha-se com cada uma», terá desabafado depois de desligar. «Boa tarde, eu estou a falar do Novo Banco…», continuou para outro telefonema.

Apoiar o IF

Apoie o único jornal que nunca o enganou. Queremos manter o rigor e a independência. Caso contrário, vendemo-nos a um grande grupo económico. Ou pior, a um pequeno.

Publicidade
Newsletter

Mais Recentes

Publicidade