Ricardo Salgado diz que é lesado do BES mas admite ter o privilégio de dar duas chapadas todas as manhãs ao responsável, nomeadamente depois de fazer a barba

Ricardo Salgado, antigo líder do BES e GES e basicamente de tudo o que acaba em ES, entrou para o grupo dos lesados do seu próprio banco, exigindo em tribunal uns milhões valentes. 

Apesar disso, Ricardo Salgado admite que não é um lesado como os outros, na medida em que tem o privilégio de dar duas chapadas todas as manhãs ao responsável pelo descalabro, nomeadamente depois de fazer a barba. 

“Às vezes mais, às vezes dou três ou quatro para secar mesmo bem”, afirma o ex-banqueiro, “para secar e para ele aprender, que não se faz isto às pessoas”.