Quarentena é pouco: Portugueses lembram que o coronavírus é mesmo muito perigoso, talvez seja melhor ficarem de oitentena

-

Ou mesmo centoesessentena.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.

Com o coronavírus não se brinca, pelo menos é o que acham os portugueses que pediram, esta terça-feira, para ficar de oitentena.

“Quarentena é pouco porque diz que o Covid-19 tem um período de incubação bastante grande, o marido da minha prima teve agora e foi à Itália em 90, ver o Mundial”, explica Simplício.

Recorde-se que também se ficou a saber, esta segunda-feira, que quem tiver de ficar resguardado em casa receberá a 100%, trabalhe no público ou no privado.

“Mas não é por isso, atenção, eu estou é a pensar na Saúde, nem sabia disso”, garante Simplício, “não se pode é brincar com o corona”.

Certo é que já há quem defenda que uma oitentena também é curto. “Para mim era centoesessentena…”, propõe um indivíduo, considerado inconsciente por um colega que defende uma trezentosevintentena.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.