Músculo que tem incomodado Costa admite não ser do PS e apesar de não poder votar, diz que pode sempre fazer com que um não consiga ir

O músculo piramidal que obrigou o líder do PS a cancelar uma arruada e várias acções de campanha revelou, através de exames, que não é do Partido Socialista. O músculo, apesar de não poder votar, diz que pode sempre fazer com que um não consiga ir. 

“Por um voto se perde, por um voto se ganha, não é assim?”, interroga-se o músculo, segundo a leitura feita pelo médico. 

“A verdade é que se ele inflamar mais, o incómodo pode ser tal que o secretário-geral do PS pode ter muitas dificuldades em deslocar-se até à mesa de voto”, explica o Dr. Simplício. 

Entretanto, durante o fim-de-semana o PS já se tinha atirado ao músculo, com o próprio Costa a criticar o seu organismo. Também Jorge Coelho veio confirmar que quem se mete com o PS leva mas neste caso vai abrir uma excepção para não agredir o líder do partido, onde o músculo cobardemente se esconde.

Para José Sócrates, o timing escolhido para a inflamação só pode ter motivações políticas.