Mochilas não podem pesar mais de 10% do peso dos alunos senão pagam excesso de bagagem

727242481Os portugueses foram esta quinta-feira surpreendidos por uma notícia que dá conta que as mochilas dos alunos não podem pesar mais de 10% do seu peso. A sair alguma norma sobre o peso que os jovens devem ou não carregar, o mais certo era a mesma obrigá-los a acartar com sacas de cimento de 50 quilos às costas e sem piar, daí a surpresa.

«Já viste, Simplícia? Parece que as mochilas dos jovens não podem pesar mais de 10% do seu peso… acho muito bem, proteger a pequenada», desabafava Simplício, mas entretanto o Imprensa Falsa descobriu que o motivo da norma é outro.

As mochilas não podem pesar mais de 10% do peso dos alunos e se pesarem os jovens vão ter de pagar excesso de peso quando fizerem o check-in na escola. «Portanto, os alunos vão ter de passar a despachar as mochilas à chegada. Quando pesarem mais de 10% do seu peso, têm de pagar excesso de bagagem, naturalmente», afirmou um responsável, que aproveitou também para anunciar os pesos dos livros.

«Aqui está o bonito e imponente livro de português deste ano, pesa 560 quilos e é da ganadaria Ensinando e Aprendendo. Temos agora o bonito e imponente livro de matemática, muito elegante, 430 quilos, da ganadaria de Somando e Multiplicando. Chamo a vossa atenção para o trapio destes manuais», ia anunciando o indivíduo.