Ministra diz que coronavírus pode ter consequências positivas para a agricultura pois ainda nem chegou e já está tudo com os tomates na boca

Por outro lado pode ocorrer uma quebra nas leguminosas na medida em que não cabe um feijão no traseiro de ninguém.

-

As declarações da ministra da Agricultura estão a causar alguma polémica, desde logo porque os portugueses já não se lembravam da ministra da Agricultura.

- Publicidade -

“Ela que não nos leve a mal, mas isto só dá Joacine, Joacine, Joacine, uma pessoa até se vai esquecendo”, explicam os portugueses.

Em causa, para a polémica, está uma previsão da governante de que o coronavírus, com origem na China, pode beneficiar a agricultura portuguesa.

À primeira vista, podia parecer que Maria do Céu Albuquerque estava a referir-se ao aumento das exportações nacionais em virtude da queda das exportações na China, mas o Imprensa Falsa sabe que não está relacionado com isso.

“Isso até seria desumano de se dizer”, refere fonte próxima. Na verdade, a ministra só fez este reparo porque o coronavírus ainda nem chegou e já está tudo com os tomates na boca.

“É muito natural que o consumo aumente”, conclui a mesma fonte.