Marcelo visitou hospital e falou com os infectados por intercomunicador, tendo apanhado PELOVID-19

-

Chefe de Estado emprenhou pelos ouvidos.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.

O Presidente da República é o primeiro caso de PELOVID-19 em Portugal e no mundo. Marcelo visitou um hospital e falou com doentes infectados com COVID-19 por intercomunicador.

“Bom, atchimmm”, espirrou o Chefe de Estado, mal acabou a conversa por intercomunicador. “Oh, diabo”, acrescentou, “os senhores disseram-me que isto não se apanhava pelo ouvido”.

E, de facto, o COVID-19 não se apanha pelo ouvido, mas o PELOVID é mesmo essa a característica.

Marcelo está de quarentena no palácio, mas teve de ser amarrado pela ministra da Saúde, que usou pela primeira vez o isolamento social compulsivo.

“Vou dissolver a Assembleia mal termine a quarentena”, ameaçou o Chefe de Estado.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.