Marcelo visitou acampamento de escuteiros e recordou Baden-Powell que, ao pé dele, era sedentário

[the_ad id=”10494″] O Presidente da República visitou um enorme acampamento de escuteiros em Idanha-a-Nova, tendo aproveitado a ocasião para recordar o fundador do movimento, Baden-Powell, que ao pé dele era sedentário.

“Eu, por exemplo, não vou a casa dormir desde o 25 de Abril, mas não é com medo, é porque ainda não tive vagar”, afirmou o Chefe de Estado, “o Baden dormiu muitas vezes em casa e quando dormia fora tinha uma tenda melhor que a minha, que não tenho, o que me obriga nas noites mais frias a matar animais de grande porte para dormir dentro das suas carcaças, como fazia aquele moço do Discovery Channel, que aliás aprendeu comigo durante uma campanha”.

Depois do seu discurso, Marcelo ensinou os escuteiros a fazer uma casa na floresta. “Só precisam de ter à mão cerca de 600 livros que é mais ou menos o que eu costumo trazer sempre comigo, depois é construir a casa, que no fundo é uma biblioteca”, explicou o chefe de Estado, “depois, quando se vão embora, podem doar a biblioteca à Junta de Freguesia”.