Indivíduos que se despediam com “aquele abraço” despedem-se agora com “aquela cotovelada”

-

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.

São mudanças de hábitos a que nos temos de habituar. Os indivíduos que se despediam com “aquele abraço” já se despedem com “aquela cotovelada”.

“Não, não, eu também não saio, vá, aquela cotovelada”, acaba de se despedir Simplício, que esteve à conversa com um amigo.

No início da crise os indivíduos estavam apenas obrigados a esclarecer qual abraço, se mais apertadinho ou mais afastado, mas agora não podem mesmo mandar aquele abraço.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.