Indivíduos que andam sempre com a cabeça na lua ontem puderam observar uma superterra

terraAndar sempre com a cabeça na lua pode trazer muitos inconvenientes. Faltar a compromisssos, esquecer datas importantes, o telemóvel, a carteira, as chaves, trocar o nome às pessoas, pisar animais de estimação a dormir, ser aldrabado com o troco, etc..

Mas a verdade é que andar com a cabeça na lua também pode ser muito interessante, por exemplo, quando ocorre o fenómeno da superterra, em que a terra fica 14% maior do que é costume, como aconteceu este domingo.

Questionados então sobre que tal ver a terra tão grande e tão espectacular, os indivíduos que andam sempre com a cabeça na lua são peremptórios: «Era ontem!?»