Domingo, Abril 14, 2024
InícioEntrevistas InéditasFoi o primeiro animal a deixar Portugal, regressa agora com visto gold:...

Foi o primeiro animal a deixar Portugal, regressa agora com visto gold: Entrevista com o lince ibérico

Linces10[Imprensa Falsa] Por que deixou Portugal?

[Lince ibérico] Ainda bem que me faz essa pergunta, porque eu já li muito disparate a esse respeito. Eu deixei Portugal porque fui atrás de uma leoa, que vivia, eu parece-me, na Andaluzia. Sabe que eu era um bocadinho atrevido. Mas não teve nada a ver com os caçadores.

[IF]  Mas então podia ter regressado.

[LI] Podia, mas perdi-me. Naquela altura – porque eu já saí de Portugal já faz uns anos – a sinalização era muito má, sobretudo de Espanha para Portugal. Porque estes conhos escondiam as placas para ninguém conseguir sair. De maneiras que à procura de Portugal, cheguei a ir para França, veja bem. Felizmente atordoaram-me com um dardo e mandaram-me outra vez para Espanha.

[IF] Pronto, mas depois podia ter regressado.

[LI] Podia, pois podia. Mas em Portugal eu comia coelho bravo uma vez por semana e sabe Deus o que eu tinha de correr. Em Espanha como uma vez por dia e às vezes aparecem-me na toca, não vê como é que eu estou gordo? É os dias todo sentado a comer coelho bravo. Olhe, quem me está sempre a dizer que eu devia ir para Portugal, para além daquelas associações todas, é o médico de família.

[IF] Tem médico de família?

[LI] Em Espanha, tenho. Mas quando estava em Portugal, não. Diziam que não iam pôr nenhum médico na serra só para a gente, então cheguei a ir a Beja e a Coimbra. Felizmente não esperava muito, porque quando viam o lince, os outros utentes pisgavam-se. Às vezes o médico também, mas por isso eu já me punha à porta do gabinete.

[IF] Actualmente onde é que se encontra?

[LI] Em cativeiro.

[IF] Mas não estava em liberdade?

[LI] Estava. Mas caçaram-me.

[IF] As associações de defesa da espécie?

[LI] Não. A Guardia Civil.

[IF] Mas foi por prevenção?

[LI] Não. Foi por roubar tabaco de um café.

[IF] Quanto tempo vai estar em cativeiro?

[LI] Querem soltar-me depois do Verão, só que parece que fizeram para lá um acordo e querem soltar-me em Portugal.

[IF] Se isso acontecer, o que é que tenciona fazer?

[LI] Pirar-me outra vez.

[IF] Não quer portanto regressar a Portugal.

[LI] Como é evidente. Então agora que até os humanos estão a sair é que vai para lá o lince?

[IF] Mas sabe que o país gostava muito de o voltar a ter por lá.

[LI] Sim, mas isso é o que também dizem àqueles moços jovens que tiram os cursos mas e depois? Coelhos bravos, onde é que eles estão? Não há para todos, não é? Pois… Olhe, sabe o que lhe digo, se um dia quiserem que os moços jovens com cursos regressem, acho que também lhes vão ter de dar com um dardo e enfiar numa jaula.

[IF] Podemos então anunciar que, depois de ser libertado, vai voltar a fugir.

[LI] Pode, pode até já dar a notícia ‘o gato fugiu outra vez’.

[IF] Então e se lhe propuserem um visto gold

[IF] Como é que isso funciona?

[IF] Só tem de investir pelo menos 3 milhões em tocas mas ninguém o pode caçar lá.

[LI] E coelhos bravos?

[IF] Meu amigo, esqueça os coelhos bravos. Se for visto gold, é javali todos os dias.

[LI] Então nesse caso, bora lá! Devo confessar que já tinha algumas saudades.

[IF] Podemos então dar a notícia de que o lince ibérico vai voltar para Portugal, estando previsto ser largado em dois apartamentos de luxo em Cascais?

[LI] Bom, não sei se não me vão largar em Mértola, porque estas pessoas das associações vivem com o gasóleo contado, mas em todo o caso depois vou a correr para lá.

Apoiar o IF

Tenha a bondade de auxiliar o Imprensa Falsa com o seu auxílio.

Publicidade
Newsletter

Mais Recentes

Publicidade