Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
InícioPaísEspecialistas garantem que se África fosse um continente rico, em vez de...

Especialistas garantem que se África fosse um continente rico, em vez de poeiras, Portugal podia se engolido por “confettis”

Muitos portugueses queixaram-se esta terça-feira das poeiras do Norte de África, mas os especialistas garantem que os portugueses deviam era estar caladinhos, porque isto podia ser muito pior.

“Naturalmente, se África fosse um continente rico, em vez de poeiras, muito provavelmente seríamos engolidos por confetes e eu posso garantir que o confete é muito mais nocivo e mete-se em todo o lado”, explica Simplício, do IPMA, “eu numa ocasião, enfiou-se-me um confete no rabo, não me pergunte como é que foi lá parar, porque eu também não sei”.

Certo é que a poeira, apesar de tudo, não parece ser assim tão má. A DGS emitiu um conjunto de recomendações, mas apenas porque tem de mostrar serviço. “Ligaram-nos a perguntar o que é que faziam com as poeiras e nós primeiro dissemos ‘aspirem’, mas depois percebemos que era algo maior e então solicitámos aos mais velhos e aos mais novos que não saiam de casa, que é o que dizemos quando não sabemos o que dizer”, afirma a Dra. Graça Simplícia, “ora bolas, esquecemo-nos das grávidas, não puseram no comunicado que as grávidas também devem ficar em casa!?”.

Entretanto, o Imprensa Falsa sabe que o Presidente da República admitiu, na véspera da chegada das poeiras, declarar o Estado de Emergência. Já teria o discurso preparado.

“Portugueses e portuguesas, depois de uma pandemia e de uma guerra, uma poeira, nem dá para acreditar, mas é o que é, temos de aceitar e os portugueses já passaram por muito, vão com certeza saber também ultrapassar mais isto, desde logo porque também não têm granda alternativa”, pode ler-se no discurso que Marcelo estava a escrever, “não dá para dizer à poeira para não entrar, podia tentar bombardear-se a poeira, mas a NATO está que não lhe cabe uma leguminosa no traseiro”.

OUTROS ARTIGOS

Mais Recentes