Quinta-feira, Junho 13, 2024
InícioEconomiaEmpresas estão a afundar os seus cruzeiros depois de perceberem que o...

Empresas estão a afundar os seus cruzeiros depois de perceberem que o cliente paga mais para os ver no fundo

Custa menos operar um navio no fundo.

As empresas de cruzeiros estão a afundar os seus navios, isto depois de perceberem que os clientes dão mais dinheiro para os ver no fundo do que a flutuar.

“Tenho de fazer descontos para vender bilhetes a 800 euros e acabo de perceber que dão mais de 200 mil para verem o navio a 4 mil metros de profundidade”, desaba Simplício, da Cruises Credo.

Para além disso, os custos de ter um navio no fundo do mar são incomparavelmente menores aos de navegar. “Não gasto combustível, não preciso de tripulação, nem sequer tenho de pagar IUC”, acrescenta Simplício, antes de afundar mais um navio da sua frota.

Em termos de marketing, em vez de anunciarem visitas de cruzeiro às ilhas gregas, por exemplo, as visitas são agora aos próprios cruzeiros. “Nem é preciso um submersível muito arrojado, olhe… a Cruises Credo está a aproveitar electrodomésticos que as pessoas já não usam, a máquina de roupa é óptima porque já tem vidro”, conclui Simplício.

Apoiar o IF

Apoie o único jornal que nunca o enganou. Queremos manter o rigor e a independência. Caso contrário, vendemo-nos a um grande grupo económico. Ou pior, a um pequeno.

Publicidade
Newsletter

Mais Recentes

Publicidade