Deu positivo: Análises confirmam que adeptos que chamam macacos aos outros resultam do cruzamento de bonitos unicórnios, mas que eram irmãos

-

Acabam de chegar as análises feitas aos adeptos que ontem dirigiram insultos racistas contra um jogador do Futebol Clube do Porto.

Segundo o Instituto Ricardo Jorge, estas pessoas, que chamam macacos aos outros, resultam mesmo do cruzamento de bonitos unicórnios.

“Eu sabia, só podia vir de bonitos e possantes unicórnios brancos”, afirmava um dos indivíduos que, contudo, ainda não tinha lido todas as conclusões.

É que os unicórnios que se cruzaram eram irmãos. “O que também explica muita coisa”, pode ler-se no relatório assinado pelo Doutor Simplício, que liderou a equipa que fez a análise.

Apoie o Imprensa Falsa

Saiba aqui como apoiar o IF a prosseguir a nobre missão de desinformar com rigor. É uma dúvida que assola muitos leitores. Chegou a resposta.