Terça-feira, Dezembro 6, 2022
InícioPaísDepois de se saber que há golfinhos com treino militar, investimento nas...

Depois de se saber que há golfinhos com treino militar, investimento nas Forças Armadas pode passar pela aquisição do Zoomarine

O Presidente da República pediu mais investimento nas Forças Armadas e ele aí está. O Governo está a estudar a compra do Zoomarine, até aqui um parque temático mas que, sabe-se agora, tem um elevado potencial militar.

A ideia surgiu depois das notícias que davam conta do uso de golfinhos, pelos russos, na guerra contra a Ucrânia. Segundo imagens de satélite, os mamíferos estão a guardar a base naval de Sebastopol.

Foi então que o Chefe do Estado-Maior da Armada, Gouveia e Melo, solicitou ao Governo a aquisição do Zoomarine, com a máxima urgência, “tendo em vista o reforço dos meios da Marinha com os animais que ali trabalham”.

Segundo foi possível apurar, numa primeira fase os golfinhos poderão ser ajudados no patrulhamento da costa, mas há quem admita a hipótese de virem a ser usados em operações internacionais, integrando, nomeadamente, as forças da NATO.

Entretanto, a notícia foi bem recebida nos meios militares, até porque Portugal tem um bom parque de golfinhos. “Os do Zoomarine já estão bastante ensinados, mas temos muitos mais, nomeadamente no Sado e no Tejo, para treinar”, explica o almirante Simplício.

Pela parte dos golfinhos do Zoomarine, os primeiros a integrar a frota de golfinhos da Marinha Portuguesa, também está tudo bem. “Estou disponível para servir o meu país, gostei muitos destes anos a dar piruetas e jogar à bola com o nariz, mas entendo que agora posso ser ainda mais útil”, afirma Simpi.

OUTROS ARTIGOS

Mais Recentes