Depois de duas horas à espera que a especialista se vestisse, vírus fartou-se e foi jantar sozinho

size_590_medico-ebolaPor causa do Ébola, o mundo apercebeu-se do tempo que os especialistas demoram a vestir-se. Mas este é um defeito que incomoda, há muito tempo, os vírus.

«És capaz de te despachar?», perguntava aqui há uns dias um vírus, enquanto a sua especialista se acabava de arranjar. «Espera, estou só a pôr a segunda camada de roupa mas depois é só pôr os óculos de ski e estou pronta», explicava a especialista. «Estamos atrasadíssimos…», continuava o vírus, do outro lado da porta.

«Simplíciiiiia…», chamava o vírus, 45 minutos depois. «O que é? Tem calma! Não tenho nada para calçar e ainda preciso de escolher 4 pares de botas e uma película protectora», desabafava a especialista, que nem sequer pode pedir ajuda ao vírus para lhe apertar a bata atrás pois só pode estar com o vírus depois de se vestir toda. É uma espécie de superstição, como há com os vestidos das noivas e os noivos.

«Pronto, só falta a máscara» lá disse a especialista, uns 20 minutos depois. «Querido?». chamou a especialista. «Queriiiido?», continuou a chamar, mas nada. O vírus fartou-se e foi jantar sozinho.