Coronavírus: Especialista garante que não era preciso os portugueses terem vindo, bastava mandar-se medronho para lá

"É que nem precisavam de usar máscara, porque o medronho forma uma película protectora natural, é uma espécie de bolha Actimel, só que de medronho"

-

Um especialista acaba de garantir que os portugueses não precisavam de ter vindo de Wuhan para Portugal, para se protegerem do coronavírus. Segundo Simplício, bastava ter-se enviado medronho para lá.

- Publicidade -

“É que eu não sei se estás a perceber, que se a gente mandasse o medronho para lá, o coronavírus é que pedia para ser resgatado, estás a ouvir?”, afirmou há instantes, “põe-me aí mais uma abaladiça, que isto já são que horas? Txiii, já passa das onze…”.

A ideia, mais tarde desenvolvida por este especialista, era colocar umas quantas caixas de Medronho num avião da Força Aérea.

“Mas do bom, do caseiro, não é aquele que há para aí, eu até podia dizer aos moços da Força Aérea onde é que iam buscar, até porque eu conheço lá muita gente, porque fiz a tropa na Força Aérea…”, acrescentou, numa altura em que ia começar a contar a história que conta todos os dias, da tropa na Força Aérea.

Depois, ao sobrevoar Wuhan, largava-se o medronho de pára-quedas. Segundo Simplício, com medronho lá eles estavam mais protegidos do que cá, com as autoridades todas em cima deles.

“É que nem precisavam de usar máscara, porque o medronho forma uma película protectora natural, é uma espécie de bolha Actimel, só que de medronho”, conclui.

Siga no Instagram

Siga o Imprensa Falsa no Instagram, notícias, muitas notícias e até revistas de imprensa. De imprensa falsa, claro.