Atleta admite trauma: Ronaldo defende-se dizendo que não estava a celebrar o golo, mas sim a lembrar-se do que o fisco espanhol lhe fez

Num momento em que está a ser investigado pela forma como festejou um golo seu para a Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo já veio explicar-se, explicando que não estava a celebrar qualquer golo, veio-lhe apenas à memória, de repente, o que o fisco espanhol lhe fez.

“Ia fazer a minha dança mas olhei para a bancada e pareceu-me ver um gajo do fisco espanhol”, explica Ronaldo, “lembrei-me logo daquilo que se passou comigo lá”.

O atleta, que admite ter um trauma, diz que não só não merece uma coima como pensa que devia ser indemnizado.