500 anos depois da viagem de circum-navegação de Magalhães, hoje a proeza é apanhar um barco para o Barreiro

Foi há 500 anos que uma armada de portugueses e espanhóis com vários calotes em tabernas partiu de Badajoz naquela que seria a primeira viagem de circum-navegação.

Aos comandos da expedição estava o português Fernão de Magalhães, que hoje não conseguiria apanhar um barco para o Barreiro, como conseguiu Simplício, recebido há instantes como herói na margem sul do Tejo.

“Eu percebo a surpresa, mas não fiz nada de especial, garanto, simplesmente tive sorte”, admite este humilde funcionário do ministério da Educação, que não quer condecorações porque garante que não fez mal a ninguém nem cometeu qualquer ilegalidade.