Tancos: Azeredo diz que por ter visto “filmes policiais” não desconfiou de encenação e vai chamar o inspector Max como testemunha

-

O ex-ministro da Defesa diz que foi por ter visto muitos filmes policiais que nunca desconfiou de uma encenação na recuperação das armas furtadas de Tancos.

- Publicidade -

Para explicar melhor este argumento, os advogados de Azeredo Lopes anunciaram que vão chamar o inspector Max como testemunha.

“Entendemos que o Max poderá explicar em audiência como é perfeitamente possível existir um informador que não quer ser identificado”, afirmaram os causídicos.

“Fartava-me de ver o inspector Max, senhores doutores juízes, e em vários episódios havia um informador que não queria ser identificado, mas claro que o Max os topava”, acrescentou o ex-governante.

“Mas eu não tenho nem de perto nem de longe o faro do bicho”, concluiu.