Sócrates vai responder à comissão de inquérito por escrito e o IF teve acesso à carta: “Olá, não me lembro. Adeus”

José Sócrates não vai estar presente na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, no Parlamento, pois vai usar o direito de ex-primeiro-ministro de responder por escrito.

Entretanto, o Imprensa Falsa teve acesso à carta, que já terá sido escrita, pois de outra forma era difícil ter acesso a ela.

“Olá”, começa por cumprimentar o ex-primeiro-ministro. “Não me lembro”, acrescenta e termina despedindo-se com um “adeus”.

“Não quis estar a meter muitos salamaleques porque eles conhecem-se todos. No fundo, é como se fosse uma carta entre amigos ou mesmo uma conversa de whatsapp”, esclarece Simplício, o autor da carta, mas para todos os efeitos foi José Sócrates.