25 de Abril: Se fosse hoje, em vez de um Otelo, a revolução teria um Hostelo

19535258Se a revolução fosse hoje, em vez de um Otelo, a revolução teria antes um Hostelo, que está muito mais na moda.

Uma das portas que Abril abriu foi a do desenvolvimento e não há coisa que se tenha desenvolvido mais do que o turismo.

Para além disso, em vez de chaimites, os revolucionários apresentar-se-iam de tuk-tuk nos diversos pontos da revolta, o que poderia pôr em causa toda a revolução, que jamais passaria em Alfama, por exemplo.

“Derrubar o regime ainda é como o outro, mas passar de tuk-tuk em Alfama é quase impossível”, reconhece Simplício, capitão de Abril.