Sá Pinto expulso de avião por altercação depois de o comandante Artur Jorge e o piloto Rui Águas darem as boas-vindas a bordo

Ricardo Sá Pinto foi esta sexta-feira, ao fim do dia, expulso de um avião da Ryanair que se preparava para descolar do aeroporto de Faro para o Porto.

O treinador do Sporting de Braga provocou uma altercação depois de o comandante Artur Jorge e do piloto Rui Águas darem as boas-vindas a bordo.

“Boa tarde senhoras e senhores passageiros, fala-vos o vosso comandante Artur Jorge, ao meu lado tenho o piloto Rui Águas, desejamos que tenham um voo agradável”, ouviu-se no avião.

“Quem, crl!?”, gritou logo um passageiro, justamente Sá Pinto, que tirou o cinto e exigiu entrar no cockpit. “Isso dos piratas do ar já passou à história, meu amigo, volte para o seu lugar”, afirmou o chefe de cabina, mas o técnico não queria desviar o avião, queria voltar a acertar contas.

No entanto, os nomes da tripulação eram uma mera coincidência, não se tratando dos colegas com quem o ex-atleta teve um desaguisado há uns anos.

Sá Pinto acabaria por ser expulso do avião por agentes da PSP, numa altura em que já dizia que apenas queria ter esticado as pernas. A desculpa não chegou e foi mesmo detido. “Mas no vosso carro dá para esticar as pernas?”, quis saber. “É que se não der levam com o vosso próprio cassetete”, garantiu.