Terça-feira, Setembro 27, 2022
InícioOpiniãoQuem anda a ganhar os debates todos?

Quem anda a ganhar os debates todos?

Com tanta gente a comentar os debates, a atribuir pontos ou a escolher vencedores, pensei assim, “que diabo, também tens de avaliar os debates”. É uma espécie de dever de cidadania, como votar. Não basta ver os debates, é preciso depois dizer o que se achou e não se pode dizer  o que se achou só para o lado, tem de se colocar nas redes sociais. Quem não tem redes sociais deve então abrir a janela e gritar bem alto, o mais alto que conseguir.

“Penso que o Costa esteve fraquinho, mas o Rio também não entrou bem, ainda assim, 4 para um e 4 para o outro”, por exemplo, “livra, que está frio”.

- Publicidade -

Mas calma, não basta comentar os candidatos, é importante deixar uma palavra para o moderador. Como esteve o moderador? Moderou? Foi justo? Distribuiu bem o tempo? E as perguntas, eram interessantes? Eram sobre os temas que preocupam os portugueses? Quais são os temas que preocupam os portugueses, para além de um fora de jogo duvidoso?

Enfim, tomada a decisão de comentar também os debates, fui ver todos, não como eleitor, mas como comentador de política nacional. De repente, comecei a encontrar um vencedor comum a todos. Nem candidatos nem moderadores. Para mim, são sempre os operadores de câmara a ganhar os debates, fenómeno para o qual contribuirá, naturalmente, o facto de permanecerem em silêncio. Estarmos calados é meio caminho para agradarmos. 

Os candidatos, uma ou outra vez, entravam bem na contenda, mas depois ou eram populistas, ou passavam uma informação falsa – nada contra, claro. Os moderadores a mesma coisa. Perguntas bem formularas e interessantes, mas logo a seguir uma outra sobre um possível acordo pós-eleitoral. Já nos operadores de câmara é difícil encontrar um defeito, um momento menos bom. Pronto, talvez se tenha registado um zoom mais acelerado, mas isso muitas vezes é culpa do realizador. 

Ainda nenhum comentador comentou o desempenho dos operadores de câmara, pelo que me considero o mais interessante de todos. Lamento que a imprensa dita verdadeira tenha escolhido comentadores ditos imparciais que não tiveram esta capacidade de observar o debate como um todo.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

Últimas