Quinta-feira, Maio 23, 2024
InícioInternacionalPutin entregou-se em Portugal mas já passava das 17, não estava ninguém...

Putin entregou-se em Portugal mas já passava das 17, não estava ninguém para o deter, voltou para a Rússia

Devia ter vindo de míssil hipersónico para chegar a horas.

Depois de ser emitido o mandado de captura internacional pelo Tribunal Penal Internacional, o presidente russo pegou em si e arrancou para Portugal, um dos países signatários desta instância. A intenção de Putin era entregar-se.

Acontece que da Rússia até Portugal ainda são umas horas e quando o presidente russo chegou já passava das 17.

“Eu compreendo perfeitamente, senhor Vladimiro, mas já saiu toda a gente, não tenho cá ninguém para o deter”, explicou Simplício, vigilante, “deixe-me lá ver aqui… vou tentar ligar, mas não me vão atender a esta hora”.

“Tente lá, porque vim de Moscovo, não me diga que não vou conseguir entregar-me”, ia desabafando Putin, mas ninguém atendeu. “Pois, não atendem… tente passar por cá amanhã”, concluiu Simplício.

O presidente russo acabaria por voltar à Rússia.

Apoiar o IF

Apoie o único jornal que nunca o enganou. Queremos manter o rigor e a independência. Caso contrário, vendemo-nos a um grande grupo económico. Ou pior, a um pequeno.

Publicidade
Newsletter

Mais Recentes

Publicidade