Plantação de cannabis pode fazer reviver tempos em que os gaiatos pulavam a cerca para ir à fruta

07102011232633Quem não se lembra de quando os gaiatos pulavam a cerca para ir à fruta? Ninguém se lembra, claro, porque hoje em dia a fruta vem ter connosco, em alguns casos até de avião, como é o caso das mangas. Mas antigamente os jovens iam à socapa aos campos gamar umas maçãs para o lanche ou umas cenouras para a sopa.

Pois bem, a primeira plantação de cannabis legal, com autorização do Infarmed, pode fazer reviver esses tempos. «Ah, gaiatos dum cabrão, que se vos apanho dou cabo de vocês», poderá vir a gritar outra vez o senhor Simplício, quarenta anos depois de o ter gritado pela última vez.

Entretanto, a identidade do proprietário da exploração não é conhecida, mas o Imprensa Falsa sabe que pode tratar-se do senhor António José Seguro, até porque a notícia desta autorização de exploração de cannabis surge horas depois da notícia da renúncia ao seu mandato de deputado, o que também parece indiciar que Seguro fartou-se mesmo de plantar cravos.