Não é apenas aos insecticidas que resistem: Uma barata já descalçou um indivíduo e deu-lhe com o sapato com que ele a tentou matar

As primeiras notícias davam conta da resistência das baratas aos insecticidas, sendo cada vez mais difícil matar esta popular embora repugnante carocha. No entanto, o Imprensa Falsa sabe que o problema é mais grave e que as baratas não estão a ficar mais fortes apenas contra os produtos tóxicos.

Simplício, nome fictício, foi agredido com o seu próprio sapato por uma barata que tentou matar. “Eu tentei pisar a bicha, mas em vez de ouvir aquele som da carcaça a estalar, senti pressão no pé, como se não conseguisse esmagá-la”, relata, “nisto ela começa-me a fazer cócegas e eu com cócegas nos pés não me aguento, vou ao chão a rir e a implorar para que parasse com aquilo”. 

Simplício ainda tentou pedir ajuda, mas ninguém o ouviu. “Ora, enquanto estou no chão, a barata descalça-me e começa a dar-me com o meu próprio sapato, a partir daí não me lembro de mais nada”, conclui. 

Este indivíduo terá perdido os sentidos quando levou com o calcanhar da sola numa têmpora. Apesar de tudo, acabaria por sair da situação apenas com ferimentos ligeiros. Entretanto, ficaram os dois a morar em casa, o homem e a barata, mas não se falam.