Livre do Livre, Joacine queria fundar um partido mas o nome não cabe nos boletins de voto

Nem sequer a sigla.

-

Depois de se libertar do Livre, o Imprensa Falsa sabe que Joacine Katar Moreira pensou em fundar o seu próprio partido e até avançou com a documentação no Tribunal Constitucional.

- Publicidade -

“Os senhores devem ter adormecido em cima do teclado”, terá comentado o senhor do Tribunal Constitucional que recebeu o pedido, ao ver o nome do partido. “É mentira! Mentira! Absoluta!”, gritou Joacine, que quando se enerva diz tudo de seguida.

Segundo as contas do Tribunal Constitucional, seriam precisos 10 boletins, frente e verso, por cada eleitor, só para o novo partido da deputada única.

“Lá se vai o meu excedente, nem pensar, não podemos auferir tantas resmas, ainda por cima o papel tem de ser grosso, é para esquecer”, comentou logo Mário Centeno no grupo de Whatsapp do Governo.

O Tribunal Constitucional ainda pediu à deputada para escolher uma sigla, mas mesmo assim ficava em três boletins.