João Miguel Tavares recebeu esta terça uma Nossa Senhora depois de ter pedido ontem aos políticos “qualquer coisa em que acreditar”

João Miguel Tavares pediu e os políticos fizeram-lhe a vontade. Depois de ontem, no discurso do Dia de Portugal, ter pedido à classe política “qualquer coisa em que acreditar”, o cronista recebeu, esta terça-feira, logo pela fresca, uma Virgem. 

A acompanhar a Santa vinha, para aproveitar o correio, a nota de liquidação do IUC da monovolume de João Miguel Tavares.

“Pode acreditar nisto, porque não há nada mais sério e verdadeiro que o Fisco”, podia ler-se, numa mensagem inédita dirigida ao contribuinte. 

Segundo o Imprensa Falsa conseguiu apurar, não seria propriamente impostos que Tavares estava a solicitar, nem uma Santa, mas na nota de liquidação vem a explicação: “Provavelmente estava a pensar em coisas maiores, mas isto sem arame não se faz nada. Primeiro temos de liquidar e então depois, sim, sonhar.”