Joacine é candidata à liderança do CDS depois de tentar ligar para o Livre mas foi para o gravador

A deputada do Livre acaba de avançar para a liderança do CDS, isto depois de ninguém atender do Livre. A chamada foi para o gravador.

“Ligas mais uma vez, porque às vezes pode ser rede, mas se for outra vez para o gravador avançamos porque ainda hoje apareceu mais um candidato”, terá afirmado Joacine para o seu assessor, que hoje foi para o Parlamento de sunga.

“Há alguma lei que diga que não se pode ir trabalhar de sunga? Então deixem-me”, respondeu, quando confrontado por pessoas que só estavam a perguntar se a sunga era normal por causa do frio.

“Eu acho bem que ele venha de sunga, mas pareceu-me é que estava frio”, afirmou Simplício.

Segundo o Imprensa Falsa conseguiu apurar, a escolha da indumentária esta segunda-feira era mais uma vez para desviar as atenções, neste caso da confusão em que o Livre se encontra.