Indivíduos que criavam boatos na internet sobre a morte de grandes artistas estão sem trabalho

Acessando-internet3É tudo muito bonito, artistas a cair que nem tordos, mas a verdade é que há um conjunto de pessoas que está a ser penalizado por esta razia, nomeadamente os indivíduos que criavam boatos na internet sobre a morte de grandes artistas.

“Desde o final do ano passado que não temos trabalho”, lamenta Simplício, um desses indivíduos, que explica que os artistas agora falecem mesmo e portanto estragam o boato, que não funciona ao contrário: “Se tu disseres que morreu um artista que morreu mesmo, isso nem é um boato, é um RIP, e também não podes dizer que voltou a nascer um artista que arrumou as pautas, porque as pessoas partilham menos as lamechices. Viste alguma foto quando o Bowie nasceu? Não viste. Nem a família toda foi vê-lo.”

No entanto, se a crise é grande para os que criavam boatos na internet sobre a morte de grandes artistas, o mesmo não podem dizer os que se dedicam a divulgar a morte de artistas que já foram desta para melhor há uma mão cheia de anos. “Estamos prestes a divulgar o desaparecimento de Freddy Mercury, que deixará certamente muitos internautas de rastos e a partilhar a notícia sem conseguirem esconder o choque”, relata ao Imprensa Falsa um divulgador de acontecimentos acontecidos.