Europeias: Candidato do PS renuncia se for eleito porque os portugueses já não precisam de ir trabalhar lá para fora

O cabeça-de-lista do PS às eleições europeias acaba de garantir que vai renunciar se for eleito pois os portugueses já não precisam de ir lá para fora trabalhar. 

“Esse tempo já lá vai, quando os portugueses, até os deputados ao Parlamento europeu, tinham de ir lá para fora”, explicou Pedro Marques, “agora eu ganho só para marcar a posição, mas depois continuo por aqui com uma minha firma na hora, uma starup que eu fiz”. 

Segundo o Imprensa Falsa conseguiu apurar, o candidato do PS diz que ainda vai perguntar lá na Europa se pode trabalhar a partir de casa, mas se não puder então vai mesmo renunciar.