Quinta-feira, Junho 13, 2024
InícioCiênciaEstudo conclui que beterraba e brócolos em excesso podem fazer demasiado bem...

Estudo conclui que beterraba e brócolos em excesso podem fazer demasiado bem à saúde

Simplício, no dia em que fez 276 anos

Um estudo divulgado esta quinta-feira conclui que beterraba e brócolos em excesso podem fazer demasiado bem à saúde, podendo mesmo levar, nalguns casos, à eternidade. O estudo teve por objecto mil e quinhentas pessoas, começou a ser feito em 1850 e foi hoje apresentado pelo grupo que ficou de comer só beterraba e brócolos, porque os outros já foram.

“Se eu soubesse o que sei hoje, não tinha ingerido tanta beterraba e tantos brócolos”, lamenta Simplício, agora com 276 anos e que continua com uma saúde incrível. “É que já não sei o que fazer, já conheço o mundo todo, já li os livros todos…”, continua este homem que, no entanto, não está deprimido, pois os brócolos têm uma propriedade que combate os estados depressivos.

“Não me consigo deprimir, mesmo sendo vítima de bullying”, acrescenta, antes de explicar: “Sim, é que as pessoas vêem-me com este ar jovem a jogar às cartas no jardim e dizem que eu ‘devia ir trabalhar’. Quando eu lhes digo que tenho 276 anos, respondem-me ‘ainda goza’.”

Apoiar o IF

Apoie o único jornal que nunca o enganou. Queremos manter o rigor e a independência. Caso contrário, vendemo-nos a um grande grupo económico. Ou pior, a um pequeno.

Publicidade
Newsletter

Mais Recentes

Publicidade