E se calha o senhor da DGS ter razão?

Como é provável que o Governo só diga qualquer coisa quando já todos puseram a avó no carro – e pôr uma avó num carro pode levar mais tempo do que construir o próprio carro – deixo aqui a sugestão de não se marcar já tudo com grande expectativa, porque os números não são nada bons.

Alguns países, que não estão em situação tão má quanto Portugal, já tomarem a decisão de fechar e sim, fechar como se fechou.Tenho poucas dúvidas de que em Portugal também vão ser impostas restrições – se só algumas ou as mais pesadas, isso não consigo adivinhar. Tenho é a convicção de que não podemos continuar a fingir que não estamos a ver.

Parecendo que não, aquela espécie de monarca tardio da DGS – que parece que se meteu numa carroça experimental no séc. XVIII e aterrou no século XXI – tem alguma razão. Nele a razão escangalha-se um bocado, eu sei. Mais valia ter falado o senhor da linguagem gestual e ter ficado ele a gesticular. Sei de quem aprendeu ali naquele momento linguagem gestual só para não seguir El-Rey. Dizem que o senhor é da DGS mas parece da companhia do La Féria.

Apesar de tudo, a mensagem faz algum sentido, para não dizer que faz todo o sentido. Convém pensar e aceitar algumas mudanças para um bem maior e mais duradouro.

Últimas