Depois de noite de festa, indivíduo acordou com uma trotinete eléctrica na cama

Depois de uma noite inteira a festejar o Santo António, Simplício acordou esta manhã em sua casa com uma trotinete eléctrica na cama. Na cabeceira, copos de vinho e cigarros aquecidos porque a trotinete já é de uma geração que fuma cigarros aquecidos. 

Simplício não sabe como é que a trotinete foi lá parar e a própria trotinete tem brancas, só sabe que Simplício se montou nela na Graça. 

“Ele levanta-me do chão, porque eu já não estava bem e quis descer comigo a colina, mas não tinha ainda feito o registo na app, de maneiras que eu recusei-me”, explica a trotinete, “depois lá fez o registo e fomos então pelos bairros, não sei mais”. 

Esta manhã, Simplício terá dado dinheiro à trotinete para regressar a casa, mas ela recusou, pois é uma trotinete eléctrica, não precisa de táxis para nada. 

Foi então que Simplício a colocou à porta e bastaram poucos minutos para ser novamente levada, pondo fim a um misterioso romance. A carga estava no máximo apesar de não ter sido carregada, o que deixa Simplício orgulhoso de si próprio, mesmo não podendo partilhar com os amigos.