Defesa: Se algum país se lembrar de invadir Portugal por estes dias, vão ficar cheios de gasóleo e gasolina

Com os militares a transportar os combustíveis, substituindo os motoristas de matérias perigosas em greve, Portugal pode estar à mercê de um país que queira ficar com isto, nomeadamente para fazer alojamento local. Ainda mais. 

No entanto, um ataque desta natureza seria objecto de resposta por parte da Defesa Nacional e uma defesa que teria um efeito surpresa que podia ditar uma vitória. 

“Era atirar-lhes a gasolina e o gasóleo para cima, que ainda por cima escorrega, havia de ser lindo”, explica Simplício, Chefe do Estado-Maior do Transporte de Combustíveis. 

“Tudo a patinar… nem conseguiam recuar”, acrescenta Simplício.