Uma espécie de crowdfunding

Gatinho a ler o Imprensa Falsa. Simplício/IMPRENSA FALSA

Agora já é possível ajudar o Imprensa Falsa a cumprir a sua missão de desinformar com rigor. Não é tanto pelo Imprensa Falsa, porque o jornal em si aguenta-se. Há alturas em que não se pode ir ao Gambrinus, é verdade, mas nessas alturas manda-se vir do Gambrinus pelo Uber Eats. O gato é que faz mais pena, porque gosta de ler as notícias e até queria mais conteúdos, como os que estão na calha. O gatinho queria tanto poder ouvir um podcast do Imprensa Falsa. 

Se estiver interessado em ajudar, então pode fazê-lo de diversas formas. Na verdade, são apenas duas para já. 

Patreon. Seja um patrão do Imprensa Falsa, assinando-o. É claro que sendo um jornal digital gratuito, não faz muito sentido uma assinatura mensal. Mas é justamente aí que está o incrível da coisa. Assinar um jornal gratuito? Quem já? Ninguém. Eu posso. 

(Clique aqui para o Patreon do Imprensa Falsa.)

Agora suponhamos que não quer ser patrão nem quer ter esse prazer de assinar um jornal gratuito, mas gostava de mandar um porção de biscoitos para o bicho. Pode então fazê-lo através do popular Paypal. Ah, vá… Ia acabar por gastá-lo em bugigangas, provavelmente de plástico. Haverá algo melhor do que ajudar um gatinho e salvar o planeta? 

(Clique aqui para o Paypal do Imprensa Falsa.)

Em nome do bichano, obrigado. 

Nota: Algumas pessoas colocam em causa a hipótese de um gato ler um jornal, mas a verdade é que o fazem desde há muito – cães e gatos – sensivelmente desde que os jornais passaram a ser maioritariamente digitais, ou seja, desde que deixaram de levar com eles quando faziam asneiras. Os mais cépticos podem fazer a experiência de colocar o Imprensa Falsa à frente do seu animal. Mas depois não se admirem se eles não quiserem ir brincar com a bola para ficar a ler as notícias.