Segunda-feira, Julho 1, 2024
InícioPaísGoverno cria imposto sobre relógios que não mudam a hora sozinhos

Governo cria imposto sobre relógios que não mudam a hora sozinhos

Medida é vista como um incentivo.

Numa altura em que se discute o orçamento para o próximo ano, o ministro das Finanças acaba de anunciar um novo imposto, desta feita sobre os relógios que não mudam a hora sozinhos.

“É o ISAD, imposto sobre os analógicos e digitais”, afirma o responsável, “eu não lhe chamaria um imposto, mas sim um incentivo a trocar estes relógios obsoletos por uns mais modernos, que efectuam a mudança da hora automaticamente”.

Segundo contas das Finanças, este imposto poderá trazer uma receita superior a 500 milhões de euros. “O imposto será progressivo, sendo o valor mais baixo para um Casio e o mais alto para um relógio de parede”, pode ler-se no comunicado das Finanças.

Entretanto, tentámos chegar à fala com um coleccionador de relógios mas tombou e está à espera de socorro.

Para além das vantagens enumeradas pelo executivo, o ministro das Finanças lembra também que a transição para relógios mais modernos, com conexão à internet, fará com que milhares de portugueses deixem de ter de acordar às duas da manhã para atrasar os relógios 60 minutos.

Apoiar o IF

Tenha a bondade de auxiliar o IF com a sua bondade, por favor.

Artigos relacionados
- Advertisment -

Populares