Depois de um caça ter sido apanhado a violar o espaço aéreo, Portugal admite que tentou conquistar a Finlândia esta segunda-feira

Não há como negar. A Finlândia foi dar com um caça da Força Aérea Portuguesa no seu espaço aéreo, esta segunda-feira, às seis horas da manhã. Perante isto, resta a Portugal admitir que tentou conquistar aquele país. 

Para já, a Força Aérea Portuguesa diz que está a investigar o incidente, mas o Imprensa Falsa sabe que é apenas uma forma de ganhar tempo para se encontrar a melhor forma de contar a verdade aos finlandeses. 

“Portugal tem o bichinho do conquistador e naquela madrugada sentiu aquele impulso, ‘tenho de conquistar um país, descobrir novas paragens’, mas foi irreflectido e dificilmente se teria conseguido conquistar a Finlândia só com um caça”, explica Pedro Estratega, especialista em geopolítica. 

Acontece que Portugal não tentou conquistar a Finlândia apenas com aquela caça. Por terra estava a caminho um regimento de 100 mil homens e mulheres, montados em trotinetes eléctricas. “Estávamos a chegar à fronteira quando nos mandaram regressar”, confirma um dos militares.

Agora, Portugal prepara uma explicação para dar à Finlândia, que percebeu logo que havia ali qualquer coisa. Para além de um pedido de desculpas, o Imprensa Falsa sabe que o Estado português tenciona oferecer uma recompensa. “Estamos a pensar dar-lhes a Madonna, até porque ela também já não está bem aqui”, confirma fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.