Imprensa Falsa

Qualquer semelhança com a coincidência é pura realidade

Terça-feira, 26 de Junho de 2012

Ricardo Rodrigues roubou sentença das mãos do juiz a meio da leitura e foi-se embora

Ricardo Rodrigues foi esta terça-feira condenado por atentado à liberdade de imprensa e de informação. Indignado com a decisão, o deputado roubou a sentença das mãos do juiz a meio da leitura e saiu da sala.

 

Contactado pelo Imprensa Falsa, o deputado afirma que não roubou sentença nenhuma, apenas a levou como meio de prova e entretanto já a terá deixado noutro tribunal. «Fui entregar a sentença a outro tribunal, para outro juiz ler aquilo e ver se faz algum sentido», esclarece o parlamentar.

 

Recorde-se que Ricardo Rodrigues foi julgado por ter furtado um par de gravadores a um par de jornalistas da revista Sábado, a meio de uma entrevista. Mas para além dos gravadores e da sentença, há registo de outros casos semelhantes a estes e que envolvem Ricardo Rodrigues. Por exemplo, numa fila nas Finanças, um dia, passaram-lhe à frente, por isso arrancou o dispensador de senhas e foi entregá-lo a um tribunal. Também numa aterragem nos Açores, considerando que o piloto havia sido muito brusco, o deputado arrancou o cockpit voice recorder do aparelho e foi entregá-lo a um tribunal.

 

Neste último julgamento, as suas duas únicas testemunhas abonatórias foram os próprios gravadores, num depoimento que a acusação considerou dever-se ao síndrome de Estocolmo. Um dos gravadores chegou mesmo a dizer em Tribunal que os dois foram muito bem tratados durante o sequestro: «O Dr. Ricardo Rodrigues limpou-nos as bobinas e mudou-nos as pilhas.»

publicado por Zé Pedro Silva às 21:21

Publicidade

Contactos

Autor | editor@imprensafalsa.com

Publicidade | publicidade@imprensafalsa.com

Geral | geral@imprensafalsa.com

subscrever feeds

Seguir o Imprensa Falsa


follow us in feedly

Apoie o Imprensa Falsa

Publicidade

Facebook

...